terça-feira, 28 de junho de 2011



Minha casa desabou numa tempestade vinda de meus olhos,
e descendo face abaixo em metralhas se fez.
Preciso de um lugar para me abrigar,
preciso de conforto enquanto esta tempestade não passa.
Quando o sol raiar construirei uma casa para mim 
e espero que apareça um lindo arco-íris que seja capaz de 
amenizar esta dor que sinto.

                                                                                         Emilly Júlien

3 comentários:

andersonqo4 disse...

:((l):( Tristemente lindo. :((l):(

Renata Fer disse...

O q isso filha?

eMiLlY jÚlieN*__* disse...

momentos=)

Postar um comentário